quinta-feira, 6 de junho de 2013

Plano de Aula (9º ano) elaborado pela equipe de matemática do MGME da DER SVI

Disciplina: Matemática
Turma: 9° ano do Ensino Fundamental
Tempo pedagógico previsto: 06 horas/aula
Tema da aula: Números racionais

Conteúdos
Representação de números racionais: Exatos e Dízimas Periódicas;
Operações com racionais – adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação;
Frações: equivalentes, relação entre fração e decimais, novos significados para fração;
Porcentagem.

Habilidades e competências
Representar um número na forma decimal;
Compreender a estrutura do sistema de numeração decimal;
Representar um número decimal a partir da sua nomeação em língua materna;
Compreender a equivalência entre as casas decimais e efetuar transformações: décimos em centésimos; unidades de milésimos, etc;
Reconhecer a correspondência entre a notação decimal e as frações decimais;
Transformar um número decimal em uma fração decimal e em ou representação por porcentagem;
Realizar as operações de adição e subtração com números decimais;
Estabelecer relação entre conceitos e linguagens: frações/decimais/porcentagem;
Saber identificar e reconhecer informações numéricas envolvendo frações e decimais em contextos diversificados;
Calcular porcentagens a partir da razão entre partes e o todo de uma situação-problema;
Organizar um conjunto de elementos em classes de equivalência, a partir de uma propriedade dada;
Comparar distintos significados da ideia de fração, compreendendo suas semelhanças e diferenças;
Compreender o conjunto dos números racionais reconhecendo cada numero racional como um representante de uma classe de frações equivalentes;
Compreender o campo dos números racionais como composto por números cuja representação decimal pode ser finita ou infinita e periódica;
Reconhecer as condições que fazem com que uma razão entre inteiros expresse uma dizima periódica;
Prever o tipo de representação decimal de uma fração irredutível a partir de analises e estratégias de fatoração do seu denominador;
Compreender a utilidade das potencias, bem como as raízes, na representação de números decimais;
Operar as propriedades da potenciação e radiciação;
Reconhecer a potenciação e radiciação em situações contextualizadas.

Estratégias
Utilização do soroban para explorar a representação de um número decimal e facilitar a compreensão do valor posicional de cada algarismo;
Uso da linguagem mista (materna e matemática) para dar significado a representação e as operações com números decimais;
Uso de malhas quadriculadas e de figuras;
Exploração, resolução e discussão de situações-problemas envolvendo os diferentes tipos de razão;
Identificar propriedades comuns entre objetos ou números;
Construir classes de equivalência;
Analise de dados;
Uso de calculadora.

Metodologia
·  As aulas serão desenvolvidas através de situações – problemas do cotidiano do aluno e, a partir das mesmas, serão ministradas aulas teóricas, explicativas, expositivas e dentre outras;
·  Apresentação de um Slide falando da importância de estudar os números racionais;
·  Leitura de textos para introduzir os conceitos de alguns conteúdos. Textos retirados do próprio livro didático do  aluno, como também de outros livros que trazem informações sobre o assunto em estudo;
·  Propor algumas situações problemas do cotidiano que os alunos utilizam números decimais para que os mesmos possam responder oralmente;
·  Discussão/correção colaborativa das atividades (Feedback);

Recursos didáticos
Textos impressos, projetor de slides, notebook, vídeo software (jogos educacionais sobre os números racionais);

Avaliação
·  Neste processo os alunos serão avaliados, de forma contínua, quanto ao desempenho nas atividades, aos conteúdos desenvolvidos, as habilidades proposta a ser alcançada, a metodologia utilizada e a aprendizagem dos alunos quanto à compreensão e construção dos conceitos, procedimentos e atitudes, mostrando assim as habilidades e competências que conseguiram desenvolver ao longo da aprendizagem da matemática.
·  Será avaliada também a participação dos alunos durante a explanação do assunto proposto, nos exercícios resolvidos em sala de aula e extraclasse; nos trabalhos confeccionados para serem apresentados em sala de aula.

Conclusão
A partir do quadro das competências (observar, realizar e compreender) e habilidades (H01, H02, H03, H10, H15 e H16), detectou-se a necessidade e a importância de traçar um plano de aula a partir do conteúdo “Números racionais”, bem como o seu mapeamento de percurso, identificando os conteúdos e/ou temas envolvidos com o presente assunto.
De acordo com o PCN, o ensino da Matemática nos 6os e 7os anos do ensino fundamental, deve levar o aluno a ampliar e construir novos significados para os números a partir de sua utilização no contexto social e da análise de alguns problemas históricos que motivaram sua construção. Já nos 8os e 9os anos, deve ampliar e consolidar os significados dos números racionais a partir dos diferentes usos em contextos sociais e matemáticos. Assim, acredito que esse plano de aula, bem como o seu mapeamento de percurso, são de grande valia para a (re)construção e o aperfeiçoamento desse conteúdo, permitindo ao educando consolidá-lo e relacioná-lo com o seu cotidiano. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário